Faça a diferença

"Quanto menos concorrência é melhor".

Mas será mesmo?

Vamos analisar (sempre a melhor coisa a se fazer).

Durante as décadas de 70 e 80, aqui no Brasil, ficamos proíbidos de importar quaisquer bens (carros, equipamentos, etc), com a infeliz ideia de desenvolver a industria nacional.

A teoria por trás, era de que poderíamos desenvolver tecnologia própria sem concorrência externa

Pois bem. Nessas duas décadas, nossa industria se sucateou. Sim. Nossos computadores, nossos carros e toda tecnologia foi engolida pelos europeus e americanos.

E o que isso quer dizer?

Que a concorrência é importante demais. Ela promove o desenvolvimento de novas técnicas, o surgimento de ideias melhores e de novas formas de apresentação do produto.

Mas o principal é que a concorrência pode nos levar a um patamar ainda maior - fazer o que ninguém está fazendo.

Sim. A concorrência nos torna empreendedores melhores nos oferecendo a oportunidade de ocupar um espaço onde a própria concorrência ainda não enxergou.

E pode acreditar, cada nicho de mercado tem muitas oportunidades que não são exploradas.

E claro, se você for o primeiro a fazê-lo, vai estar a frente dos demais, de forma íntegra e honesta, como toda boa disputa deve ser.

Isso chama-se diferencial.

Então, busque seu espaço. Seja mais, faça mais e mostre que você chegou para ficar.


Vivi Prado é empresária, especialista no empreendedorismo em artesananto.

Criadora das Bonecas Genuínas e do método Seja Autoral, atua no mercado capacitando mulheres a empreeender e adquir independência financeira.

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ROTINE-SE